fev 27

Textão para o Fefe

Ontem 26/02/18 Felipe completou 1 ano e 1 mês e eu ainda não tinha parado para escrever nada para ele desde o aniversário, e porque não ? Porque sou uma mãe desnaturada ? Porque será que não escrevi um textão para o meu filho quando ele fez 1 ano ? Posso dizer que foi pela correria dos preparativos da festa, e que não deu tempo mas, confesso que sentei várias vezes para escrever um texto lindo e emocionante mas, simplesmente não conseguia, faltavam as palavras, só o coração que apertava no peito e nada saia. Mas ontem ao fazer as postagens dos detalhes do aniversário dele fui vendo cada detalhe dessa festa, cada sorriso das pessoas que estavam lá comemorando conosco, cada expressão de encantamento dele com a festa e me passou um filme pela cabeça e então vou compartilhar com vocês:

“Sempre vislumbrei a ideia de ser mãe, de constituir uma família, e sempre quis família grande, daquelas que sentam um monte de gente ao redor da mesa na noite de Natal, com Papai Noel e crianças correndo pela casa com seus brinquedos novos, bem aquela cena de novela sabe?! Seria um sonho ou um projeto de vida ? Porque não transformar esse sonho em uma realidade ? Sempre afirmei para meu marido que ele seria melhor Pai do que eu Mãe, porque as crianças se afeiçoavam de cara com ele, bastava um oi para as crianças já idolatrarem ele, e ele sempre tinha brincadeiras engraçadas para fazer com elas, e eu apesar de amar crianças nunca consegui desenrolar uma brincadeira legal para fazer com elas e com isso sempre me senti a tia chata, aquela que dá bronca porque ainda chupa chupeta, aquela que olha feio quando coloca a mão onde não deve, aquela que pergunta se passou de ano e se ficou de recuperação, mas brincadeiras legais não sei porque mas nunca consegui fazer e nem envolver as crianças de uma forma muito legal.  Então tinha muito medo de quando tivesse um filho de não ser uma mãe legal, mas não só no sentido da brincadeira mas no sentido da dar uma boa educação, de mostrar o lado ético e correto das coisas, porque enfim por mais correto que a gente tenta ser sabemos que temos nossos erros e que jamais queremos passar esses defeitos para nossos filhos, queremos mostrar a eles sempre a perfeição para que ele sejam melhores que nós.

Quando descobri que estava grávida me senti muito feliz, me senti “CHEIA”, cheia de amor pra dar, cheia de amor em meu ventre, cheia de dúvidas, cheia de ansiedade, enfim um misto de sentimentos que enchiam minha alma e meu coração. Mas por mais que eu achasse que já amava aquele serzinho que crescia dentro de mim eu ainda não conseguia amar alguém que eu não conhecia mas tinha a certeza de que aquele amor ia crescer de forma avassaladora mas não sabia em qual momento, foi ai que quando pela primeira vez olhei em seus  olhinhos vi o brilho do amor, vi a explicação do amor de Deus por nós, como se tivesse virado uma chavinha, como um interruptor, aquele amor avassalador tomou conta de mim. Não queria parar de te olhar, passar a mão na sua mãozinha, de cheirar o seu pescoço e de sentir aquele cheirinho de leite saindo da sua boca. A cada dia que passava eu só queria mais e mais você, tinha vontade de te engolir kkk te comer kkk, engraçada essa sensação, tipo: É meu e pronto!

Mas sei que esse MEU não será meu sempre, você vai crescer, vai ficar bravo comigo, vai se chatear com as minhas broncas, você vai ser do mundo, porque todos nós crescemos para o mundo, e quando eu estava saindo com você da maternidade e eu mesma falei, agora é daqui para o mundo, foi ai que o Meu Mundo desabou e eu desabei em lágrimas, lágrimas de medos, incertezas, felicidade e alegria, e fui chorando no carro da maternidade até chegar em casa, e por várias vezes nesse ano que se passou me peguei chorando com medos, incertezas, felicidade e alegrias.

Impossível descrever o amor que tenho por você, tenho medo de você crescer sim, mas ao mesmo tempo quero ver você conquistando todos os novos conhecimentos como: andar, comer sozinho, o primeiro amiguinho, o primeiro caderno de lição de casa, estar ao seu lado em todas as suas estreias para que se você tiver medo ou insegurança eu possa estar lá para te proteger e te encorajar mas se não tiver nada disso também estarei lá para te incentivar e te aplaudir.

Não sou mais a mesma que era antes de você existir dentro de mim, hoje sou mais medrosa com a violência mas também sou a mais corajosa das mães, se alguém se aproximar de você com certeza dou minha vida para lhe proteger. Também sou impaciente para esperar as fases difíceis passar mas me vejo tão paciente quando te vejo chorando por uma birra, ou quando preciso lhe ensinar algo. Como posso ter sentimentos tão contrários de um momento para o outro. Só Deus explica o que uma mulher se torna após ser mãe, é indescritível o quanto tudo se torna sem importância porque o que mais importa na vida é o FILHO.

Quero aproveitar cada fase da sua vida, quero estar ao seu lado sempre, abrir os braços como nessa foto acima para que você saiba que meu colo estará sempre a sua disposição, seja para um chamego, para um medo, para uma alegria, ou somente porque quis um abraço de mãe. Não quer ser a melhor mãe do mundo, mas quero ser a melhor mãe para você, a mãe que você espera que eu seja, a mãe que estará ao seu lado suprindo suas necessidades, te repreendendo quando for preciso e te aplaudindo com suas vitórias.

Filho, meu Fefe, meu bijuzinho, te amo infinitamente, você com certeza foi e sempre será o melhor presente que Deus me deu e sou muito grata á ELE por me permitir ser sua mãe. Que eu nunca lhe decepcione e que você se orgulhe da mãe que teve mesmo com minhas falhas, erros e fraquezas.

 

Da sua mamãe Evelyn

Link permanente para este artigo: http://www.mamaecomcharme.com/textao-para-o-fefe/

4 comentários

Pular para o formulário de comentário

    • Gisele on fevereiro 27, 2018 at 5:22 pm
    • Responder

    Como não se emocionar!?? Como não querer abraçar?! Como?! Vcs se tornaram mais que amigos virtuais… vcs são especiais!!!! A melhor sinceridade… a melhor humildade… o maior amor!! Uma das ou a minha melhor amiga!? Já posso arriscar que sim. Gosto…confio e quero sempre perto, mesmo que pela tela do tablet ou celular!
    Lindos, Deus abençoe e essa história seja cada dia mais maravilhosa!
    um grande abraço!Gi.

    1. Que lindo Gi, você é uma querida, tão especial e tão companheira, nos falamos todos os dias não é?! Obrigada pela companhia, pela admiração e pela amizade. Beijos em você e nos pimpolhos branquelos mais lindos Pedro e Murilo.

    • Késsia on fevereiro 27, 2018 at 5:42 pm
    • Responder

    Eu fiquei emocionada, você é uma mãe incrível, uma inspiração para todas nós

    1. Que honra ser inspiração, ainda mais pra você tão mãezona. Obrigada pela amizade ! Você e a Beatriz são muito queridas.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.